Psicologia Esportiva foi importante tema no Simpósio do Handebol

Em um concorrido evento realizado na última sexta-feira, no Auditório do Centro Universitário Integrado, em Campo Mourão, a Professora Doutora Lenamar Fiorese, conceituada Psicóloga na Área Esportiva, esteve palestrando para dirigentes, técnicos e árbitros do Handebol Paranaense, durante a realização do Simpósio Paraná Handebol. Com passagem por seleções nacionais como atleta e como dirigente, na condição de psicóloga, a profissional mostrou imenso conhecimento na área e levou aos presentes questões de fundamental importância no que diz respeito ao relacionamento com os atletas por parte dos técnicos.
 

Lenamar, residente em Maringá, já tem uma ampla experiência no assunto, e inclusive já prestou serviços à Confederação Brasileira de Ginástica. E o trabalho com os profissionais do handebol, certamente, também trará ótimos resultados aos técnicos e árbitros da modalidade, expectativa apontada pelo Presidente da Liga de Handebol do Paraná (LHPR/Paraná Handebol), Roberto Ferreira Niero.
 

Professor Roberto Ferreira Niero, durante o evento

 

“A Lenamar já jogou o handebol, e conhece a modalidade, e dentro da sua especialidade, certamente, já contribuiu e ainda continua ajudando muito o esporte, dando uma contribuição significativa. O trabalho psicológico com técnicos, dirigentes e árbitros é de fundamental importância, pois se torna essencial nos dias de hoje no relacionamento com os atletas”, afirma o dirigente.
 

Profissional respondendo a questionamento dos presentes

 

A profissional, que por muitos anos morou em Campo Mourão, vinda de Colorado, no Rio Grande do Sul, deixou bem claro que foi muito especial ser lembrada pela modalidade, para realizar este trabalho com os envolvidos. “Gostei de ser lembrada, ficam meus agradecimentos a LHPR, é importante realizar um trabalho como este, os profissionais envolvidos necessitam entender a psicologia a ser adotada com os atletas, bem como os árbitros, tem muitas questões envolvidas, que podem, de certa forma, melhorar até mesmo o rendimento dos atletas e tornar as equipes mais competitivas. Sendo assim, é de fundamental importância uma ótima relação e diálogo entre todos os envolvidos, e foi exatamente este assunto que vim abordar com os presentes, como forma também de melhorar e buscar a evolução ainda maior desta modalidade, que é o handebol”, explicou.

 

Formação

 

Trabalhos realizados com técnicos e atletas

 

O trabalho de ascensão e atualização com árbitros e dirigentes envolveu também importantes profissionais convidados pela Liga de Handebol do Paraná (LHPR). A vinda dos professores Daniel Robert Soarez e José Carlos Mendes (Spock), bem como do árbitro internacional Rogério Pinto foram de grande importância no que diz respeito a trazer informações que venham a contribuir com o crescimento e o aperfeiçoamento destes profissionais.
 

Soarez, que é cubano, e tem uma significativa história nesta modalidade, agradeceu a Liga pelo convite, e deixou clara a importância do diálogo e troca de ideias com profissionais. “É ótimo poder partilhar o conhecimento, em busca da evolução profissional. Foi muito bom estar com todos aqui, tenho certeza que todos nós vamos sair ganhando, e muito, e espero um dia estar novamente aqui. Sem dúvida todos apreenderam muito. As trocas de experiências são extremamente necessárias”, ressaltou.
 

Professores José Carlos e Daniel Soarez, durante intervalo das atividades

 

José Carlos, por sua vez, que é de Marechal Candido Rondon, salientou que as informações não podem ficar retidas, elas devem ser compartilhadas, para que haja o desenvolvimento da modalidade. “Em países de tradição na modalidade, os estudos acontecem, e chegam aos treinadores, mas no Brasil os resultados dos estudos ficam distantes da realidade de nossos treinadores. É preciso mudar esta realidade e facilitar o acesso de nossos treinadores as informações essenciais para crescimento da modalidade. O objetivo aqui é que o esporte cresça não só tecnicamente, mas também fora da quadra. Devemos pensar num modelo de crescimento dos nossos jogadores, dentro da nossa realidade. O trabalho deve ser formiguinha, sempre, um passo de cada vez. E vemos que os profissionais (técnicos, professores), estão dispostos a buscar o aprendizado, sempre em busca do sucesso”, relata.

 

Efeitos Positivos

 

Junto aos professores, Leonilda da Silva, de Santo Antônio do Sudoeste, destacou a importância do aprendizado

 

Leonilda da Silva, técnica da equipe feminina de Santo Antônio do Sudoeste, considerou válida esta ação da LHPR. “A vivência da modalidade, dentro de diversos métodos, sem dúvida é de grande valia, no que estamos vendo aqui no simpósio. Assim, com a participação também de atletas aqui, colaborando com o aumento do nosso conhecimento, vamos gerar resultados positivos, levando para as nossas cidades informações importantes que levem ao crescimento”, conclui a professora.

 

 

Assessoria de Comunicação LHPR
Diego Reis
www.facebook.com/paranahandebolhpr
diegoreis.pereira@gmail.com
Foto: Diego Reis/LHPR
(44) 9.9907-5405
Skype: paranahandebol
facebook.com/paranahandebolhpr
Twitter: paranahandebol
Instagram: parana_handebol

Trabalhos realizados com técnicos e atletas

Contato

LHPR / PARANÁ HANDEBOL facebook.com/paranahandebolhpr
twitter: paranahandebol
instagram:parana_handebol
flickr: paranahandebol
(44) 99988-6768 parana@paranahandebol.com.br