Favoritos ao título mantém invencibilidade na Chave Ouro

Favoritos ao título mantém invencibilidade na Chave Ouro
 
De Toledo, Jaqueline Galvão – Líderes do Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil – Chave Ouro seguem com 100% de aproveitamento na competição. Na primeira rodada da terceira etapa classificatória, realizada sábado (17.08), simultaneamente nos ginásios de esporte Aldanir Ângelo Rossini e Alcides Pan, em Toledo, foram anotados 283 gols em sete partidas disputadas. 
 
Atuais campeãs, o elenco da Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar enfrentou as meninas da AHSI/Saudade do Iguaçu, vencendo com tranquilidade por 26 a 13, resultado que manteve a Cidade Canção como cabeça de chave da competição feminina, com cinco vitórias em cinco confrontos, somando 10 pontos. 
 
Com um jogo a menos, as vice-campeãs Santa Maria/ACH/Cascavel encontraram com as medalhistas de bronze dos Jogos Escolares - Santo Antonio do Sudoeste, e não tiveram dificuldade para impor seu ritmo de jogo, superando as adversárias por 21 a 12. Com essa vitória, as cascavelenses seguem invictas na disputa, sem perder uma partida. Neste domingo (18.08), o elenco tem um de seus principais compromissos da competição. Encontra às 14h35 com Maringá para o clássico estadual que define a cabeça de chave da disputa feminina. 
 
A ‘briga’ pelo topo da tabela de classificação continua ditando o torneio masculino entre o atual detentor do título Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar, que ganhou de 29 a 12 da Prefeitura de Arapongas/Semel, e o vice-campeão MRV/Unicesumar/Unimed/Londrina, que derrotou o Colégio ATO/Campo Mourão por 33 a 15. Com essas vitórias, as duas equipes somaram 10 pontos e o desempate pode acontecer neste domingo, em disputa marcada para as 13h15 no Ginásio de Esportes Aldanir Ângelo Rossoni.  
 
Em busca de uma melhor colocação, o time de Astorga/Academia Corpo e Saúde/Handebol saiu de quadra vencedor do confronto sobre Alto Paraná Handebol/DDC/FBB, encerrando o marcador em 23 a 19, somando quatro pontos. Enquanto Jussara Handebol e ACH/Associação Cascavelense de Handebol protagonizaram o jogo mais pegado da disputa. Jogando de igual pra igual, o placar foi definido nos segundos finais, terminando empatado em 24 a 24. E as donas da casa sofreram mais um revés, com isso, seguem na zona de risco, sem vencer um jogo no campeonato. Diante de Sejuv/Sarandi Handebol, as toledenses foram superadas por 47 a 18. 
 
Mais informações sobre a competição podem ser conferidas pelas redes sociais da Paraná Handebol. 
 
Realizado pela Liga de Handebol do Paraná, o Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil conta com o apoio da Prefeitura de Toledo, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer, da Associação Toledense de Handebol, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), do CREF9/PR e da Kempa.
De Toledo, Jaqueline Galvão – Líderes do Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil – Chave Ouro seguem com 100% de aproveitamento na competição. Na primeira rodada da terceira etapa classificatória, realizada sábado (17.08), simultaneamente nos ginásios de esporte Aldanir Ângelo Rossini e Alcides Pan, em Toledo, foram anotados 283 gols em sete partidas disputadas. 
 
Atuais campeãs, o elenco da Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar enfrentou as meninas da AHSI/Saudade do Iguaçu, vencendo com tranquilidade por 26 a 13, resultado que manteve a Cidade Canção como cabeça de chave da competição feminina, com cinco vitórias em cinco confrontos, somando 10 pontos. “Durante a competição conseguimos fazer bons jogos e o resultado que tivemos até agora é reflexo disso, agora vamos decidir com Cascavel quem sai em primeiro desta etapa. Contra elas é preciso ter uma defesa forte e paciência no ataque”, analisou a técnica Clarice Braga, que nesta temporada figura entre as quatro melhores equipes do Campeonato Brasileiro Juvenil e do Campeonato Paranaense Cadete.
 
Com um jogo a menos, as vice-campeãs Santa Maria/ACH/Cascavel encontraram com as medalhistas de bronze dos Jogos Escolares - Santo Antonio do Sudoeste, e não tiveram dificuldade para impor seu ritmo de jogo, superando as adversárias por 21 a 12. “Estamos conseguindo recuperar algumas atletas lesionadas, estamos sofrendo bastante com lesões durante o ano, com isso não temos conseguido jogar completo. Contra Santo Antonio fizemos um primeiro tempo praticamente completo, contudo essa equipe é mais nova que a nossa que estava em quadra e por isso da definição do placar”, expôs o treinador Marcos Galhardo, acrescentando: “Contra Maringá esperamos fazer um bom jogo, vamos ver o que podemos fazer pra melhorar a equipe dentro da competição”, afirmou. 
 
Com essa vitória, as cascavelenses seguem invictas na disputa, sem perder uma partida. Neste domingo (18.08), o elenco tem um de seus principais compromissos da competição. Encontra às 14h35 com Maringá para o clássico estadual que define a cabeça de chave da disputa feminina. 
 
A ‘briga’ pelo topo da tabela de classificação continua ditando o torneio masculino entre o atual detentor do título Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar, que ganhou de 29 a 12 da Prefeitura de Arapongas/Semel, e o vice-campeão MRV/Unicesumar/Unimed/Londrina, que derrotou o Colégio ATO/Campo Mourão por 33 a 15. “Estamos construindo nossa história dentro da competição, nosso objetivo é primeiro classificar entre os quatro para fazer os playoffs, depois vamos buscar algo a mais. Faltam dois jogos pra encerrar a primeira fase, se concretizarmos duas vitórias saímos em 1º do grupo”, disse o técnico Marlon Araújo (Biroto). 
 
No topo da tabela, o treinador londrinense Leandro Vinícius Floriano diz que o time tem consciência do alto nível da competição e tem se preparado para enfrentar seus oponentes. “O campeonato é muito forte, nós estamos nos preparando desde a primeira etapa visando a classificação. O comprometimento dos meninos, da comissão técnica, dos atletas faz toda diferença, nós sabíamos que contra Campo Mourão, atual campeão escolar, seria um jogo muito difícil, até mesmo porque treinam junto há muito tempo, começamos um jogo bem disputado, depois com paciência e uma defesa forte, consistente, conseguimos abrir o placar”, avaliou.
 
Com essas vitórias, as duas equipes somaram 10 pontos e o desempate pode acontecer neste domingo, em disputa marcada para as 13h15 no Ginásio de Esportes Aldanir Ângelo Rossoni.  “O confronto direto contra Londrina, que é uma das equipes favoritas a levar o título, será bem duro”, afirmou Biroto, que também utiliza a competição estadual para preparação do elenco ao Campeonato Brasileiro Juvenil, de 15 a 19 de setembro, em Maringá. 
 
Para o clássico do norte do Paraná, Leandro conta com os desfalques do pivô Pablo Pires, que está no Mundial com a Seleção Brasileira, e do ponta direita Gustavo Richter, lesionado. “Independente da equipe que jogarmos, a seriedade faz toda diferença, até mesmo para ser um grande profissional. Enfrentar Maringá sempre é muito difícil, a rivalidade entre as equipes, é um clássico, a gente sabe da importância do jogo, mas não estamos com o time completo, contudo, vamos buscar um resultado positivo”, frisou Leandro.
 
Destaque da partida, o central Felipe Rodolfo dos Santos também foi o artilheiro com nove gols. “Se não fosse a comissão técnica e o grupo não teria conseguido chegar neste mérito, fiz uma boa participação no jogo e estou feliz por poder ajudar minha equipe”, disse o camisa 13 que iniciou no projeto de base em Londrina e hoje é um dos destaques do elenco.
 
Em busca de uma melhor colocação, o time de Astorga/Academia Corpo e Saúde/Handebol saiu de quadra vencedor do confronto sobre Alto Paraná Handebol/DDC/FBB, encerrando o marcador em 23 a 19, somando quatro pontos. Enquanto Jussara Handebol e ACH/Associação Cascavelense de Handebol protagonizaram o jogo mais pegado da disputa. Jogando de igual pra igual, o placar foi definido nos segundos finais, terminando empatado em 24 a 24. E as donas da casa sofreram mais um revés, com isso, seguem na zona de risco, sem vencer um jogo no campeonato. Diante de Sejuv/Sarandi Handebol, as toledenses foram superadas por 47 a 18. 
 
Mais informações sobre a competição podem ser conferidas pelas redes sociais da Paraná Handebol. 
 
Realizado pela Liga de Handebol do Paraná, o Campeonato Paranaense de Handebol Juvenil conta com o apoio da Prefeitura de Toledo, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer, da Associação Toledense de Handebol, da Federação Internacional de Handebol (IHF), da Confederação Brasileira de Handebol, da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol (APAH), do CREF9/PR e da Kempa.

 

Destaques

Parceiros

Contato

LHPR / PARANÁ HANDEBOL facebook.com/paranahandebolhpr
twitter: paranahandebol
instagram:parana_handebol
flickr: paranahandebol
(44) 99988-6768 parana@paranahandebol.com.br